Objetivos

Objetivos Fundamentais

Conceituação

Quando tratamos de pontos de referência capazes de responder ao projeto que a Nação tem de seus destinos, os Objetivos Nacionais são denominados Objetivos Fundamentais. São objetivos que perduram por longo tempo.

Objetivos Fundamentais (OF) – são Objetivos Nacionais (ON) que, voltados para o atingimento dos mais elevados interesses da Nação e preservação de sua identidade, subsistem por longo tempo.

Esses Objetivos Fundamentais (OF) não são estabelecidos nem fixados. Derivam do processo histórico-cultural e emergem, naturalmente, à medida que as necessidades e interesses da comunidade se cristalizam na consciência nacional, representando aspirações que a todos irmanam.

Os Objetivos Fundamentais devem ser identificados; para isso o papel de destaque cabe às elites, a quem incumbe captar os interesses e aspirações nacionais. Refletindo o continuado processo de mudança sociocultural e institucional, esses objetivos representam o referencial maior a nortear todo planejamento em nível nacional.

Cabe aqui um parêntese para que se possa definir o que pensa o Instituto Foro do Brasil e o POP sobre quem faz parte da elite nacional.

Para nós, a elite brasileira é constituída por todo e qualquer cidadão capaz de promover mudanças sociais e a eles cabe a função de identificar e divulgar os anseios da população, independente de credo, etnia, classe social, orientação política ou outros atributos. Respeitando os princípios que norteiam a ética, a moral, os Objetivos Fundamentais da Nação e participando das decisões.

De tal forma que podem fazer parte da elite nacional, mesmo ser ter conhecimento , lideranças políticas, professores, estudantes, empresários, líderes comunitários, religiosos, líderes sindicais, militares, agricultores e pecuaristas, entre tantos outros exemplos. Desde que atuem em benefício da pátria e da sociedade.

São seis os Objetivos Fundamentais da Nação: Democracia, Paz Social, Soberania, Integração Nacional, Integridade do Território Nacional e Progresso.

Vale aqui salientar, que a despeito de publicações com caráter marxista que procuram descaracterizar os mais sinceros e puros atributos desta doutrina, pode-se perceber seu objetivo voltado à defesa dos interesses do cidadão. Ela busca sua participação, não possui caráter discriminatório e valoriza o Bem Comum.

Essa doutrina tem sido subestimada nas últimas décadas. Lideranças atuais, atreladas ou a uma corrente neoliberal facciosa, ou a outra estatizante socialista, têm promovido a desintegração das verdadeiras lideranças que são vergonhosamente ludibriadas por essa corrente internacionalista que fragiliza nossa soberania, inexistente  em outros países que possuem lideranças fortes e patrióticas.

O Instituto Foro do Brasil e o POP, forjados sob essa doutrina, preserva-a e dela não abre mão, uma vez que seus princípios não são abstratos ideológicos , mas doutrinários e portanto concretos que possuem abrangência eclética e comum a todos.

 

Dr. Ronaldo Fontes

São Paulo, 22 de abril de 2010, em reunião da Diretoria Executiva.

Whatsapp