Artigos

Carta ao POP

24-01-20

Prezados amigos e amigas,

A situação nacional é grave, as instituições desacreditadas pelas mazelas que elas mesmas criaram. Uma parcela significativa dos  representantes do povo  e dos defensores dos interesses da Nação, em todas as esferas de poder, são comprometidos com um processo de traição para com a pátria e perderam a legitimidade.

Por outro lado, há onze anos iniciamos um projeto de estudos de problemas nacionais, levados pelo sentimento de amor para com o Brasil e respeito aos nossos antepassados. Na época  já  era previsto tudo isto que ocorre, o que nos estimulou a criar um movimento de caráter patriótico cujo objetivo foi estudar os problemas nacionais e divulgá-los.

Esse trabalho culminou com a construção de uma força política constituída por homens e mulheres que estariam dispostos a contribuir com a promoção das mudanças necessárias para retomada da soberania nacional  e fundamos nosso  PARTIDO ORDEM E PROGRESSO.

Contudo,  muitos desejavam que o partido fosse registrado imediatamente,  sem barreiras e absorvesse o material humano que fosse possível, com o que nunca concordamos. A meu ver parece que estávamos corretos, pois se estivéssemos registrados, estaríamos engajados nas mesmas mazelas em que todos se encontram.

E mais, caso tivéssemos as  mais de 500 mil assinaturas, já as teríamos perdido uma vez que o TSE insiste em não liberar nossa senha de acesso ao sistema, utilizando informações equivocadas e infundadas, prejudicando deliberadamente nosso trabalho.

Empreendedores falham, em média, 3,8 vezes antes do sucesso final. O que separa os bem-sucedidos dos outros é a persistência, portanto, mãos à obra.

Se  você escolheu ou mesmo foi escolhido por uma ideia, faça dessa ideia a sua vida. Pense nela, sonhe com ela, viva pensando nela. Deixe cérebro, músculos, nervos, todas as partes do seu corpo serem preenchidas com essa ideia. Esse é o caminho para o sucesso. Mesmo porque, o único lugar em que o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.

A reforma política que poderá ser implementada, poderá tornar-se um reforma de políticos, partidos, sistema de governo e de eleições. Estamos acompanhando muito de perto e PARTICIPANDO do que está ocorrendo e cremos que há grande probabilidade de oportunidade para o POP.

Se você deseja uma mudança real e permanente, pare de focar no tamanho de seus problemas e comece a focar no seu tamanho e faça acontecer de acordo com a possibilidade. Pois daqui a vinte anos, você não terá arrependimento das coisas que fez, mas das que deixou de fazer.

E esse primeiro passo rumo ao sucesso é dado quando você se recusa a ser um refém do ambiente em que se encontra.

“Faça ou não faça. Tentativas não existem” 

“Se nos propuséssemos a fazer o que somos capazes, ficaríamos impressionados com nossas criações”

Dr. Ronaldo Fontes, Secretário Geral.  São Paulo 10 de setembro de 2017.

Compartilhe nas Redes

Whatsapp